A nossa Comunidade é formada por cristãos: homens e mulheres, adultos e jovens, de todas as condições sociais que desejam seguir Jesus Cristo mais de perto e trabalhar com Ele na construção do Reino, e reconheceram na CVX a sua particular vocação na Igreja (PG4)

13 outubro 2017

13.outubro, "Temos Mãe"



Nossa Senhora


Tenho ao cimo da escada, de maneira
Que logo, entrando, os olhos me dão nela,
Uma Nossa Senhora de madeira,
Arrancada a um Calvário de Capela.

Põe as mãos com fervor e angústia.
O manto cobre-lhe a testa, os ombros, cai composto;
E uma expressão de febre e espanto
Quase lhe afeia o fino rosto.

Mãe de Deus, seus olhos enevoados
Olham, chorosos, fixos, muito além ...
E eu, ao passar, detenho os passos apressados,
Peço-lhe – “A Sua bênção, Mãe !”

Sim, fazemo-nos boa companhia
E não me assusta a Sua dor: quase me apraz
O Filho dessa Mãe nunca mais morre. Aleluia !
Só isto bastaria a me dar paz.

- “Porque choras, Mulher ?” – docemente a repreendo.
Mas à minh’alma, então, chega de longe a sua voz
Que eu bem entendo: -“Não é por Ele” ...
“Eu sei ! Teus filhos somos nós”.

José Régio, Mas Deus É Grande

31 agosto 2017

Vinde&Descansai, partilha


A semana de férias no “Vinde e Descansai” foi das melhores das nossas vidas! 
Foi com agradável surpresa que as atividades se foram sucedendo uma após outra. 
Todas excelentes!

Foi uma semana em que vivenciámos a experiência de vida em comunidade e nos sentimos mais próximos de Deus e da natureza e, só assim, é que a vida faz sentido. No Espírito de Jesus partilhámos conversas, silêncios, alegrias, orações, cânticos, tarefas, pão e eucaristias diárias, celebradas pelo Pe. Sérgio Diz Nunes s.j., que nos agraciou com a sua presença durante toda a semana em que passou férias connosco. Também pudemos contar, durante alguns dias, com a companhia do Pe. Luís Pardal, pároco de Manteigas.

Tendo como tema a Confiança, a semana de férias foi recheada de atividades surpreendentes, desafiadoras, inspiradoras e cativantes. Depois do pequeno-almoço, o dia começava com um tempo de oração e silêncio subordinado ao tema da confiança. Com base em textos do Evangelho, foi-nos dada uma orientação de vida para o dia. E à noite, antes de nos recolhermos, tivemos a oração do “rezar o meu dia”.

Dia 20 – Fomos acolhidos por parte dos elementos do staff e, depois do jantar, tivemos uma breve apresentação dos membros da comunidade que se reuniu na Colónia da Nossa Senhora da Graça, nas Penhas Douradas, em plena Serra da Estrela.

Dia 21 – Depois do toque do chocalho para renuir o “rebanho”, iniciámos a nossa oração matinal com a OV “Parai e reparai”, seguindo-se uma caminhada rumo ao miradouro do Fragão do Corvo, terminando no Vale das Éguas. Entre orações, silêncios e cânticos e em comunhão com a natureza, sentimo-nos mais perto de Deus. À tarde, tivemos a atividade “Reparar na graça”, durante a qual criámos uma tela com materiais em burel, com a inscrição e logotipo do “Vinde e Descansai” e, também, uma placa em ferro, que foi pintada com a indicação da Colónia da Nossa Senhora da Graça. No Serão divertimo-nos imenso com os criativos “Jogos com sentido”. Este dia foi ainda marcado pela falta de água nas torneiras, pelo que tivemos que recorrer à água dos garrafões provenientes do Mondeguinho e da fonte do Vale do Rossim, envolvendo um acréscimo de trabalho por parte das pessoas que foram buscar a água. No entanto, isso não abalou a nossa alegria e boa disposição.

Dia 22 – Depois da nossa oração matinal com a OV “Não vos preocupeis”, estivemos à conversa com o Dr. Vítor Santos, que nos surpreendeu com uma criativa e inspiradora palestra sobre a confiança, partilhando connosco entre outras preciosidades do conhecimento, da cultura e da Fé, o seu lema de vida: “Nascemos para aprender a amar, amar e ensinar a amar”. À noite, à luz das nossas lanternas e das estrelas do céu, aventurámo-nos numa caminhada noturna pelas Penhas Douradas, passando pelo Vale do Rossim, também entre cânticos, silêncios e paragens para oração.

Dia 23 – Pela manhã orámos com a OV “Não temais” e, no seu seguimento, tivemos uma atividade radical (Cair na graça) com rapel e escalada. Para muitos, foi um autêntico desafio, vencendo o medo, a falta de confiança e as vertigens. Com coragem e determinação enfrentámos o muro de granito, percebendo que somos maiores do que julgamos quando reconhecemos que o que nos assusta é mais pequeno do que pensávamos. O Sarau preparado por dois grupos da comunidade foi bastante divertido e hilariante.

Dia 24 – A OV, “Procurai antes”, foi seguida por uma atividade subordinada ao tema “Onde está o teu coração?”, a qual consistia num peddy paper preparado, tal como todas as outras atividades, pelo staff. No final, os grupos apresentaram as soluções que foram encontrando, mas, eram palavras soltas sem sentido, cujo significado só foi possível perceber reunindo todas as palavras dos grupos como um puzzle: “Eu espero por vós no Vale das Éguas para a festa.”. E cheios de expetativas fomos para o Vale das Éguas, à descoberta do Tesouro e da Festa. Assim que lá chegámos fomos agradavelmente surpreendidos pela celebração de uma Eucaristia, presidida pelo Pe. Sérgio Diz Nunes s.j. E a resposta à pergunta inicial é: o nosso coração está em Jesus! Na parte da tarde, fomos a banhos para o Vale do Rossim. O Sarau foi preparado por três grupos com a liderança do Miguel Brás, proporcionando-nos momentos de muita diversão e alegria.

Dia 25 – Começámos o dia com a OV “Confiai”. No seu seguimento estivemos à conversa com o Pe. Sérgio que partilhou connosco valiosas orientações e ensinamentos sobre como crescer na relação e na confiança. À noite, nos “9’s Forum”, ficámos maravilhados com o vídeo que o Miguel Brás fez com as fotos tiradas desde o início das férias, em que pudemos rever os vários momentos vividos ao longo da semana. Muito bom!

Dia 26 – Antes do regresso e na parte da manhã, fomos alegremente em “procissão” ao som do cântico “como é bom, como é suave vivermos como irmãos”, e com as placas feitas durante a atividade “Reparar na graça”, para a Capela da Nossa Senhora da Estrela para a celebração da Eucaristia dominical. Depois do almoço, regressámos a casa com o coração cheio de gratidão, alegria e confiança.


Queremos agradecer a todos pelo companheirismo e amizade no Senhor, ao Pe. Sérgio e ao Pe. Luís. Um agradecimento especial aos elementos incansáveis do staff, ao Rui e à Ana Teresa, à Adriana que nos brindou também com o som da sua guitarra nos cânticos, à Catarina, à Sílvia e à Maria José Madeira, a quem agradecemos particularmente por nos ter encorajado e motivado, pois foi graças a ela que fomos ao “Vinde e Descansai”.
Ainda uma palavra de agradecimento à Sandra e mãe Helena, que nos prepararam as deliciosas refeições com muito carinho. Também fomos agraciados pela presença de alguns familiares e amigos às refeições.
Irão ficar para sempre na nossa memória as missas do amoroso e castiço “padre” João Brás e a companhia do Ruby.
E para terminar foi, tal como anunciado, uma semana de férias para encontro, partilha, aprofundamento espiritual e oração, que ficará para sempre no nosso coração.

By Paulo Costa e Ana Maria Madeira

18 agosto 2017


A poucos dias do Vinde e Descansai (20 a 26 de agosto) nas Penhas Douradas, peçamos ao Senhor a Graça de através do descanso, do convívio, das pessoas, da natureza consigamos em Comunidade identificarmo-nos com esta vocação - Amar e mais Servir!